CONHEÇA NOSSA LOJA!

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) esteve representada na tarde de ontem, segunda-feira, no evento de retomada do projeto ´Saúde e Prevenção´, do Ministério da Saúde, que aconteceu na Escola Municipal de Educação Fundamental General Freitas Brandão. Profissionais do Programa Municipal de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids), da SMS, levaram para os alunos informações fundamentais sobre a importância da prevenção de doenças, além da exposição de Cartoons do I Festival Internacional de Humor em DST/Aids.

“É um trabalho feito em parceria entre a Educação e a Saúde Municipal. O Programa DST/Aids apóia este tipo de evento porque é uma forma de a gente aproveitar o espaço e o público para levar informações sobre a importância da prevenção”, disse a técnica em Educação em Saúde da SMS, Jô Oliveira.

Para a diretora da Escola Freitas Brandão, Enaura Souza do Nascimento, a presença da Secretaria no seminário traz peso à discussão. “Ela reforça aquilo que a Educação coloca, só que de forma mais incisiva porque é o órgão oficialmente mais indicado e preparado para falar sobre o assunto”, apontou. Segundo Enaura Nascimento, a participação da SMS no Saúde e Prevenção contribui decisivamente com a educação preventiva dos alunos.

Além de DST/Aids, foram discutidos com os alunos os temas ´O Adolescente: seus Paradigmas e suas Inquietações´, ´A Adolescência: Aspectos Biológicos e Psíquicos´, ´A Gravidez na Adolescência´ e ´A Família e as Relações Familiares´. O grupo teatral ´A Arte de Prevenir é Melhor que Remediar´, da Secretaria Municipal de Saúde, também realizou uma performance voltada aos temas em questão.

Entre os palestrantes, juntamente com Jô Oliveira, estavam a bióloga, professora e organizadora do evento, Zilma Maria P. de Britto, a psicóloga Maria Inês Holanda Amorim, e a enfermeira Cristina Rollemberg Caldas Garcez. “A gente discute o tema com os adolescentes e busca envolver a família também. Tudo parte das relações familiares. Se você tem uma família ajustada, provavelmente você não vai buscar drogas e não vai atrás de aventuras de forma insegura”, resumiu Zilma Maria.

Aprendizado

A estudante da 8ª Série do Ensino Fundamental, Gleciane Souza Santos, 16, participou do seminário e ressaltou o aprendizado que o mesmo a proporcionou. “Para mim, é muito importante, pois tenho aprendido muitas coisas que em casa, muitas vezes, não tenho a oportunidade de conversar com meus pais. É interessante dizer que, de todos os assuntos abordados, as coisas boas e ruins que a gente ouviu, eu procurei guardar comigo as boas. Depois, eu saio conversando com minhas amigas e passando para elas o que eu aprendi”, resumiu a aluna.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados