CONHEÇA NOSSA LOJA!
Jackson Barreto assina ordem de serviço para recuperação de cobertura do aeroporto de Aracaju

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

O Aeroporto Santa Maria, em Aracaju, começa a receber as primeiras intervenções na recuperação de sua estrutura. Na tarde desta quinta-feira, 28, o vice-governador, Jackson Barreto, representando o governador Marcelo Déda, assinou ordem de serviço para reforma dos sistemas de cobertura dos terminais de passageiros (TPS). Orçada em mais de R$ 5 milhões, com verba da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), a obra ficará pronta em 270 dias.

O serviço inclui desmontagem do telhado e reposição de telhas, instalação de novas calhas, melhorias da infraestrutura de sustentação e reforço de toda cobertura, numa área de aproximadamente 12.306 m².
Acompanhado do representante da Infraero, José Cassiano Ferreira, e dos secretários de Estado de Infraestrutura, Valmor Barbosa, e de Turismo, Elber Batalha, Jackson destacou que as melhorias na cobertura do terminal são erviços à parte da reforma e ampliação do aeroporto viabilizada pelo governador Marcelo Déda.

“Temos trabalhado para o turismo e essa assinatura é fundamental para o fortalecimento desse turismo. Estamos também discutindo a construção do nosso aeroporto, ou seja, estamos tornando cada vez mais do setor turístico uma ferramenta fundamental da economia e da geração de emprego e renda. Se temos investimentos na recuperação e ampliação do aeroporto, se temos projetos para a implantação de um aeroporto em Canindé de São Francisco e se estamos finalizando os recursos para a construção da rodovia que liga Santa Luzia à praia do Castro, é porque existe uma diversificação nas ações do turismo sergipano”, declarou.

Jackson informou, ainda, que o edital de licitação para a ampliação do pátio de aeronaves será lançado em março, quando o presidente da Infraero, Gustavo do Vale, virá a Aracaju para assinar contratos e detalhará o cronograma de execução da obra. Com a ampliação, o pátio terá capacidade de atender noves aeronaves, contra as cinco vagas atuais.  A previsão é que as obras ocorram já a partir de maio, com previsão de conclusão em março de 2014.

“Essa obra é o inicio das grandes obras no complexo aeroportuário de Sergipe. A reforma da cobertura irá beneficiar o atual de passageiros e de cargas. Estamos lançando também a licitação de ampliação do pátio para aeronaves de grande porte em mais duas posições e para aeronave executiva em mais duas posições”, anunciou o representante da Infraero, José Cassiano.

Ampliação do Aeroporto
 
A reforma e a ampliação do terminal aeroportuário de Aracaju retratam o compromisso do governo do Estado com o desenvolvimento do turismo em Sergipe. Graças ao empenho do governador Marcelo Déda, a reforma está cada vez mais próxima de seu início. No último dia 20, Déda reuniu-se com o presidente da Infraero, Gustavo do Vale. Na oportunidade, Gustavo confirmou que as obras definidas são consideradas prioritárias pela presidenta Dilma Rousseff.

A modernização do Santa Maria tem base em prioridades estaduais e regionais. Além de atender ao aumento da demanda turística e empresarial, o novo terminal se enquadra nas necessidades que advirão com a Copa do Mundo de 2014, o que sustenta a disponibilidade orçamentária e financeira do empreendimento.

Os cerca de R$ 400 milhões que serão investidos – sendo R$ 90 milhões dos cofres estaduais – dotarão o Aeroporto de condições plenas de operação permitindo que ele cumpra papel estratégico na logística da Copa do Mundo, tornando-se terminal alternativo ao de Salvador. Essa condição permitiu que as contratações de obras sejam realizadas pelo sistema de RDC (Regime Diferenciado de Contratação), mais ágil que a lei 8.666, que rege a maior parte das licitações públicas, e que permite aos aeroportos que estão num raio de proximidade das sedes da Copa do Mundo adotem um sistema mais acelerado de contratações.

As intervenções estruturais abrangem a construção de um novo anel viário no entorno do aeroporto, o desmonte do que restou no Morro do Avião e a elaboração dos projetos da pista e da estação de passageiros, além dos estudos de impactos ambientais. Além de dar suporte ao crescimento do turismo no estado, as melhorias no aeroporto terão impacto no sistema viário da zona de expansão, já que facilitarão a integração dos bairros Atalaia, Aeroporto, Farolândia e Santa Maria.

Turismo

A combinação de investimentos do governo em infraestrutura, incentivos a empreendimentos privados, belezas naturais e cidades históricas resulta em um crescente turismo em Sergipe. O número de voos e de pessoas que circulam anualmente pelo aeroporto Santa Maria, em Aracaju, atestam que o estado firmou-se como um competitivo destino turístico do Nordeste. Conforme dados da Infraero, o aeroporto de Sergipe registrou o maior fluxo de passageiro da região entre 2010 e 2011, com um crescimento de 16,24%.

Em 2012, estabeleceu-se uma nova marca, com o trânsito de 1.373.401 passageiros. Um crescimento de 25,64% em relação ao ano anterior e o maior crescimento na movimentação de passageiros dentre as capitais nordestinas.

O fluxo turístico na rede hoteleira sergipana também registrou índices positivos; em 2012, os hotéis somaram 962.705 visitantes, contra 848.560 em 2001. Um acréscimo de aproximadamente 13,45%.
 
“Este é um momento importante para o desenvolvimento do turismo em nosso estado. Esse desenvolvimento pode ser visualizado nos números de nosso fluxo aéreo nos últimos anos. Em 2007, tínhamos 18 movimentações aéreas. Hoje, temos 52 movimentações aéreas por dia, o que significa que temos 26 voos diários no aeroporto Santa Maria. O turismo foi o segundo setor em geração de emprego na economia sergipana. A obra assinada hoje trará mais conforto para funcionários e passageiros”, disse o secretário de Estado de Turismo, Elber Batalha.

Prodetur

O Programa de Desenvolvimento do Turismo no Nordeste (Prodetur) também integra o leque de investimentos estaduais na expansão do turismo em Sergipe. Financiado com recursos do BID e executado pelo Banco do Nordeste, o programa de crédito foi concebido para criar condições favoráveis à expansão e melhoria da qualidade da atividade turística na Região Nordeste e para melhorar a qualidade de vida das populações residentes nas áreas beneficiadas.

Através da Secretaria de Estado de Turismo, Sergipe receberá o montante de US$ 100 milhões, sendo US$ 60 milhões do BID e US$ 40 milhões de contrapartida do Ministério do Turismo para investimentos em turismo e capacitação profissional na área. O orçamento inclui investimentos como atracadores em Brejo Grande, na orla de Canindé de São Francisco, a construção da rodovia ligando Bom Sucesso à Rota do sertão e intervenções de fortalecimento de infraestrutura turística.

 

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados