CONHEÇA NOSSA LOJA!
Fundat realiza curso de informática para idosos

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]“Temos que conhecer essas máquinas e acompanhar a tecnologia”. A expressão é do aposentado João Valmir de Souza, que começou hoje, dia 30, a fazer o curso básico de informática, promovido pela Prefeitura Municipal de Aracaju/Fundat – Fundação Municipal do Trabalho. É o pontapé inicial para o desenvolvimento do Projeto “Melhor Idade”. Inicialmente serão 20 idosos aprendendo a manusear o computador, devendo permanecer as aulas por um período de dois meses.
O curso está sendo ministrado na Unidade de Qualificação Profissional da Fundat, sediada na Praça Olímpio Campos, 700. Diariamente, os participantes assistirão duas horas de aula. Inicialmente, o grupo terá aulas de relações humanas, bem como de relaxamento, que serão ministradas pela coordenadora de educação Maria José Santana Santos. Depois dessa fase, que se resume em aproximadamente uma semana, entrará em cena o instrutor de informática.
O treinamento é o resultado de uma parceria firmada entre a Fundat e o Conselho Municipal da Terceira Idade, da Secretaria Municipal de Ação Social e Cidadania.
De acordo com a presidenta da Fundat, Conceição Vieira, o projeto “Melhor Idade”, tem como objetivo qualificar e requalificar o adulto acima da faixa etária considerada economicamente ativa. “A nossa proposta é torná-lo um cidadão consciente de seus direitos e deveres”, afirmou, acrescentando que a intenção também é resgatar as potencialidades de cada participante.
Segundo o presidente da Asaprevi – Associação dos Aposentados e Pensionistas da Previdência Social e Idosos em Sergipe – e integrante do Conselho Municipal da Terceira Idade, João Valmir de Souza, os idosos precisam conhecer “essa máquina”, porque traz todas as informações. “Nós que estamos com a idade avançada, precisamos acompanhar o progresso”.
Ao primeiro impacto com o computador, João de Souza citou que, por enquanto, a dificuldade maior vem sendo em dominar o “ratinho” (mouse). “É difícil controlar aquela peça. A seta que aparece na tela do computador dispara para cima e para baixo. É uma loucura, mas não vou desistir. Temos que superar as máquinas”.
Adelson Clementino de Souza, também está participando do curso. “Apesar do meu filho possuir um computador, não me atrevo a usá-lo porque não sei. Agora, será diferente. Esse treinamento é uma boa oportunidade para todos nós. Tenho que me concentrar para aprender”.
A presidenta da Fundat lembrou que muitos dos participantes do curso poderão retornar ao mercado de trabalho, especializados em informática. “Até mesmo em casa, eles poderão obter outra fonte de renda, utilizando-se do computador”.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados