CONHEÇA NOSSA LOJA!
Família foi transferida hoje para casa alugada pela prefeitura no bairro Santa Maria

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]A primeira das doze famílias que serão transferidas de uma área de risco no bairro Santa Maria, já se encontra numa nova casa, provisória mas que oferece tranquilidade para os seus ocupantes. A mudança aconteceu durante a tarde de hoje, 30, e teve o acompanhamento da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc) e o suporte da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) que cedeu o caminhão para o transporte dos objetos pessoais.

Dona Maria José dos Santos, 60 anos, irá dividir a casa alugada pela Prefeitura de Aracaju com o esposo, o filho e a neta de 15 anos. Ela conta que está feliz, pois passará a viver numa situação bem melhor que a anterior. “No barraco era uma lama danada, não dormia direito de tanto nervoso. Aqui vou dormir tranquila”, contou aliviada após conhecer a casa (composta por sala, quarto, cozinha e banheiro) onde passará a viver provisoriamente.

Após passar um dia de ansiedade, dona Maria José diz que deixará para amanhã a arrumação de suas coisas na nova casa. “Vou ter trabalho, mas não hoje. Passei um dia mal tratada, nem comi direito preocupada com essa mudança. Agora estou bem, graças a Deus”, resumiu satisfeita após receber as chaves da nova moradia das mãos da coordenadora da Gerência de Benefícios Eventuais e Emergenciais da Semasc, Maria das Graças Oliveira.

Prosseguimento da ação

“Vamos fechar novos contratos ainda hoje para fazermos novas mudanças amanhã. Isso será durante todo o dia, o trabalho só terminará quando transferirmos todas as famílias”, informou a coordenadora. Além do pessoal da Semasc, as famílias que serão beneficiadas também estão à procura de residências para serem alugadas. As moradias em risco estão localizadas na rua “A-4” e trata-se de barracos de madeira, construídos de forma improvisada e sem nenhuma estrutura nem saneamento básico.

Todas as residências que serão alugadas deverão custar no máximo R$ 150,00 e este valor já inclui água e luz. Segundo a coordenadora Maria das Graças Oliveira, a Prefeitura de Aracaju já havia transferido outra família da mesma área há cerca de três meses. Por coincidência estas duas famílias também serão vizinhas no novo local.

As duas casas até aqui alugadas pelo município são de propriedade da Tânia Maria Ribeiro, que conta não ter tido nenhum tipo de problema com os aluguéis. “Estou gostando, está tudo certo e o pagamento está em dia. A prefeitura não atrasa, ao contrário, eu é que demoro a pegar o cheque”, contou.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text]

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados