CONHEÇA NOSSA LOJA!
Exposição do acervo fotográfico da capital integra a festa do Sesquicentenário

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]Encantamento e admiração estavam estampados nos rostos das pessoas que foram conhecer a exposição do acervo fotográfico de Aracaju. O evento, que teve início ontem, 28, na Associação Comercial de Sergipe (ASC), dá continuidade às comemorações dos 150 anos da capital que se estenderão até o final do ano.

Na solenidade de abertura estavam presentes diversas autoridades, entre elas o vice-prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, representando o prefeito Marcelo Déda, ausente por estar em Brasília captando recursos para investir na capital. No evento, que também contou com a presença de cidadãos aracajuanos, foi servido um coquetel após o discurso de abertura.

O vice-prefeito Edvaldo Nogueira participou da abertura com muito entusiasmo, principalmente porque a exposição é mais uma homenagem a Aracaju, que ganhou neste mês de março diversos presentes culturais, como shows musicais e eventos artísticos. “É o momento de cantarmos a nossa cidade. Temos orgulho de Aracaju, portanto, esse é mais um motivo para festejar os 150 anos da capital. Além disso, é um lugar que acolhe contradições, por ser ao mesmo tempo provinciana e cosmopolita, pacata e borbulhante. Esse é o grande diferencial de Aracaju”, discursou Edvaldo.

A exposição, que retrata a Aracaju de tempos atrás contrastando com fotos recentes da cidade, atraiu a atenção de olhares curiosos dos jovens presentes e também daqueles que acompanharam as transformações na cidade. “Estou achando fantástico porque recordo as imagens que via na minha infância. Aracaju começou a mudar muito dos anos 70 pra cá. Foi quando realmente começou a crescer”, comentou a deputada estadual Ana Lúcia Menezes.

Reunindo 216 fotografias antigas e recentes, além de cartões postais de várias épocas de Aracaju, a exposição conta com dois acervos: um deles foi montado por um comerciante chamado Erivaldo Santana, que há oito anos procurou a ASC para vender suas fotos. Então, um outro comerciante, Manoel Menezes, foi quem comprou o acervo e doou à Associação. O outro acervo é do fotógrafo amador José Expedito de Souza.

Segundo o presidente da Associação Comercial de Sergipe, Jorge Santana, a idéia do evento foi tão apreciada que decidiram transformá-la em exposição permanente, aberta à visitação pública. “A ASC se sente feliz por participar das comemorações dos 150 anos de Aracaju deixando à mostra para a população o acervo que já existia dentro da entidade. A administração municipal deu exemplos de civismo e cidadania no aniversário. É uma honra pra gente colaborar com a exposição, porque a entidade sempre acompanha o crescimento da cidade”, afirmou.

O ex-presidente da Associação, José Moura Filho, também discursou com satisfação na solenidade. “É ótimo poder inserir dentro das comemorações do sesquicentenário, a exposição deste acervo para enriquecer a cultura do povo. Aracaju está mais humana, moderna e acolhedora. Parabenizo todos que têm Aracaju como capital, e também ao prefeito Marcelo Déda”, salientou José Moura. No evento, também estiveram presentes o secretário municipal de Governo, Oliveira Junior, a presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esportes (Funcaju), Karlene Sampaio e o superintendente do Banco do Nordeste do Brasil, Saumíneo Nascimento.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text]

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados