CONHEÇA NOSSA LOJA!
Sobre o ato de governar

“Hoje eu sou o governador do Estado de Sergipe.
Amanhã eu não serei mais.
Porque a vida é passageira e o poder é passageiro.

O governador não é poderoso.
Poderoso é o povo que me fez governador, poderoso é o trabalhador, poderoso é o roceiro.
Poderoso é aquele que além de trabalhar de sol a sol, cuidando da terra, plantando, colhendo, sofrendo,
e ainda tem a generosidade de apoiar os seus líderes e colocá-los em posição tão elevada como a que eu exerço, de governador do Estado de Sergipe.

É essa mudança na cabeça do povo que está provocando a mudança na cabeça dos políticos.
Não é o político que muda o povo não, é o povo que muda a política.
Se o povo votar em quem não respeita o povo, não muda nada.
Mas se o povo tiver coragem de valorizar o seu voto, aí tudo pode mudar.
O povo é que faz a gente.
O voto popular faz a gente.
E a tarefa do governo é honrar esse voto, é devolver ao povo em obras e investimentos toda a esperança, toda a expectativa, toda a coragem”.

 

Inauguração do Posto de Saúde do Povoado Capim Grosso – 24 de março de 2007

Comentários desabilitados