CONHEÇA NOSSA LOJA!
Simpósio de Pediatria envolve profissionais de diversas áreas da Saúde

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

“Valorização da Pediatria no Estado de Sergipe: Nós Adotamos este Desafio”. É em torno deste tema que o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) está reunindo médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, técnicos e auxiliares de enfermagem integrantes do quadro da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), além de estudantes dessas áreas.

O I Simpósio do Serviço Pediátrico foi aberto nesta quinta-feira, 28, no auditório do Huse, onde foi proferida a palestra Planejamento Estratégico do Serviço Pediátrico. A ministrante foi a coordenadora do Serviço de Pediatria do Huse, Christianne Barreto. “Hoje apresentamos o planejamento estratégico do Hospital Pediátrico, com prazos, indicações de quem vai executar o que está planejado, monitoramento de tarefas, pontos fracos, fortes, ameaças e oportunidades. É fundamental trabalhar em cima de um planejamento para organizar as ações adequadamente”, opina.

A coordenadora de Apoio Institucional da Região Metropolitana da FHS, Iza Prado, ressaltou a relevância do simpósio. “Esse é um momento de reflexão entre os trabalhadores da pediatria para avaliar a qualidade da assistência, da humanização, além de ser uma reciclagem teórica muito boa para os profissionais”, comenta.

Hospital Pediátrico

A opinião é compartilhada com o diretor geral da FHS, Emanuel Messias. “Todo evento que envolve educação, capacitação, por si só já é relevante”, diz. O diretor informa ainda que dentro de 60 dias o Governo de Sergipe inaugura o hospital pediátrico na sede do Huse. “Vamos dobrar o número de leitos destinados à pediatria. Serão 100, em um hospital com tecnologia, inovação e humanização, lembrando sempre que na pediatria lidamos normalmente com dois tipos de paciente: a criança e a mãe”, adianta.

Para a gerente da UTI Pediátrica do Huse, Jalcira Izidro, o I Simpósio do Serviço Pediátrico funciona como um estímulo aos profissionais da área de saúde. “Essa é uma forma de provocar melhorias, ter mais cuidados com todos os processos de trabalho e de destacar como a pediatria do Huse é importante, não só para Sergipe, mas para os outros estados que atendemos, especialmente Bahia e Alagoas”, diz a gerente.

Quem também prestigiou o evento foi o secretário adjunto da Saúde, Jorge Viana. “As ações de educação permanente são fundamentais em qualquer área. Um simpósio como esse se resume em incentivo, motivação para a pediatria, que é uma área que merece muita atenção do poder público e da sociedade”, declara.

A diretora técnica do Huse, Lícia Diniz, esteve na abertura do evento representando o hospital. “Valores como disciplina, perseverança e organização são essenciais no dia a dia da pediatria, e isso nós temos no Huse. Um grande exemplo, que para mim é inesquecível, foi quando houve uma epidemia de dengue. Nossos profissionais agiram como verdadeiros heróis”, lembra.

Público

Com 220 vagas abertas, o I Simpósio do Serviço Pediátrico teve cerca de 250 inscrições, o que aponta a relevância do tema para Sergipe. Uma das participantes foi a estudante do 7º período de Enfermagem, Thainan Araújo, ex-estagiária do Huse. “A área infantil é muito atraente para mim, uma das minhas preferidas. Para mim, participar desse simpósio é unir o útil ao agradável”, conclui.

Já a futura estagiária do Huse, Luciana Cariri, também estudante do 7º período de Enfermagem, resolveu aproveitar a oportunidade, pois, segundo ela, dificilmente há em Sergipe uma iniciativa ligada à pediatria e aberta a estudantes. “Já fui estagiária no Huse e estarei de volta na próxima semana. Essa oportunidade de ter acesso ao simpósio é ótima, porque esse é um tema muito atual, importante para a nossa formação”, fala Luciana.

Funcionários do Huse também prestigiam o simpósio. Há oito anos na pediatria do hospital, o auxiliar de enfermagem Joel Batista lembra que a iniciativa auxilia na carreira profissional. “É um esclarecimento, uma atualização sobre diversos temas, com palestrantes qualificados, capazes de tirar nossas dúvidas e, assim, ajudar no crescimento da nossa carreira”, comenta.

Também integrante da pediatria do Huse, a fisioterapeuta Juliana Barbosa destaca a atualização profissional. “O simpósio é de suma importância para a reciclagem dos profissionais, além de promover uma interação com a equipe, pois atualmente alguns trabalham na sede do Huse e outros no anexo da pediatria”, observa.

Programação

Nesta sexta-feira, 29, o I Simpósio do Serviço Pediátrico continua com palestra do médico neurocirurgião Augusto César Esmeraldo, falando sobre hidrocefalia na criança. “Esse simpósio é fundamental para resgatar a força da pediatria, capacitar os profissionais e ampliar a troca de experiências. O retorno certamente será significante”, diz o médico.

Outro tema da programação é Criança Hospitalizada e a Enfermagem, com palestra da enfermeira e professora da Universidade Federal de Sergipe, Aglaé Araújo. “Por ser o primeiro simpósio de pediatria, acredito que será um marco para as mudanças na assistência pediátrica do estado de Sergipe, favorecendo a melhoria da qualidade do atendimento pediátrico em Sergipe”, aponta.

Já os direitos da criança serão abordados pela palestrante Edda Machado, médica e gerente da Internação do Serviço Pediátrico. Os demais temas da manhã da sexta são Dengue na Criança (palestrante:Dr. Marcos Aurélio, médico infectologista da Vigilância Epidemiológica); Doenças Diarréicas Agudas na Criança (palestrante: Dr. Marcos Aurélio, médico infectologista da Vigilância Epidemiológica); Principais Distúrbios do Aparelho Digestório da Criança e do Adolescente (palestrante: Dra. Michelis Alves, médica pediátrica).

Na sexta à tarde, a primeira palestra será sobre Cuidados de Enfermagem Prestados à Criança Grave, com a palestrante e enfermeira Josefa Rejane Nunes, especialista em enfermagem do trabalho. “Vão ser abordados os parâmetros normais, os cuidados em uma parada cardíaca e cuidados de enfermagem em uma criança grave”, adianta.

Em seguida, as palestras serão em torno da Pneumonia na Infância (palestrante: Drª Neuly Almeida Figueiredo Rocha, mestranda e especialista em pneumologia pediátrica); Cardiopatias Congênitas (palestrante: Dr. André Sotero, cardiologista pediátrico); Criança em Uso de Ventilação Mecânica (palestrante: fisioterapeuta Alessandra Fabiany Moreira, fisioterapeuta do serviço pediátrico do Huse) e Sistematização da Assistência de Enfermagem Pediátrica no Huse (palestrante: enfa. Iolete Rigoleto, enfermeira do Núcleo de Educação Permanente do Huse).

O evento prossegue pelo sábado, a partir das 8h, com a palestra Humanização em Pediatria / Projeto de Intervenção (Palestrante: psicóloga Cármen Cecília Tavares Paes, especialista em psicologia hospitalar e educação). Os demais temas são Parada Cardíaca e Respiratória – Reanimação Cardiopulmonar-Novas Diretrizes 2010 (palestrantes: Dr. José Edvaldo dos Santos / Diretor da DOP e médico cirurgião de tórax; Dra. Carline Rabelo, membro da Sociedade Brasileira de Pediatria, superintendente da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes); Leucemias na Infância (palestrante: Dra. Simone Viana, médica hematologista pediátrica); Importância da Nutrição Enteral na Pediatria (palestrante: nutricionista Michelles Oliveira, nutricionista do Huse) e Hidrocefalia na Criança/ DVP e DVE (palestrante: Dr. Augusto Cesár Esmeraldo / médico neurocirurgião).

No sábado, à tarde, serão abordados Principais Medicamentos e Indicações Utilizados em Pediatria (palestrante Dr. Marco Antônio Valadares, mestrando, especialista em terapia intensiva pediátrica, professor da Universidade Federal de Sergipe) e Diluição, Rediluição de Medicamentos Utilizados em Pediatria – Tabela atualizada (palestrante: Enfa. Aglaé Araújo, mestre, professora da Universidade Federal de Sergipe).

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados