CONHEÇA NOSSA LOJA!
Sergipe poderá sediar os Jogos Nacionais da Caixa Econômica Federal

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

Após 10 anos, os Jogos Nacionais da Caixa Econômica Federal (Fenae/2012), que mobiliza anualmente mais de três mil economiários, poderá acontecer em Sergipe. E é este evento nacional que a Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur), juntamente com o Aracaju Convention Bureau e a Associação dos Servidores da Caixa de Sergipe (Apcef/SE), está tentando trazer em 2012. Todo processo de escolha já vem sendo realizado e uma comissão da Federação Nacional vem a Sergipe, na próxima semana, realizar uma visita técnica nas instalações do estado para saber se realmente ele se enquadra em todos os aspectos para sediar os jogos.
 
De acordo com Cely Nascimento, presidente da Apcef/SE, a associação está empenhada em trazer os jogos nacionais para Sergipe. “Estamos disputando com mais três outros estados; Rio de Janeiro, Pernambuco e Espírito Santo. Mas temos uma cidade estruturada e preparada para receber este tipo de evento e sei que Sergipe é um forte concorrente”, ressalvou, informando que os técnicos da Caixa que virão a Sergipe irão inspecionar, principalmente, as quadras e ginásios. “Eles vão fazer um relatório com o parecer de viabilidade, por isso é importante o apoio dos órgãos que fazem o turismo para trazer este evento para o Estado”, explicou Cely.
 
“O conjunto da cidade que poderá ganhar com um evento desses, e Sergipe é completo. Diferentemente de outras capitais litorâneas, nós não vivemos de orla. Tudo que foi feito em Sergipe não é para somente o turista gostar é para o sergipano desfrutar”, comentou Rui Carvalho, superintendente executivo do Aracaju Convention Bureau Sergipe, ao acreditar que Sergipe tem condições de ser o escolhido para sediar os Jogos Nacionais da Caixa Econômica Federal.
 
Segundo o presidente da Emsetur, Paulo Henrique Sobral, um evento deste porte só trará benefícios. “Estamos conduzindo todos os nossos esforços para captar estes jogos para Sergipe por saber que ele será fundamental para o turismo, já que são milhares de funcionários de um banco do respalda da Caixa Federal que estarão aqui. Isso vai trazer divisas e renda para o estado”, esclareceu o presidente.

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados