CONHEÇA NOSSA LOJA!

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

O Encontro de Planejamento para Projeto de Gestão Ambiental e Proteção da Biodiversidade em Culturas Energéticas no entorno das Unidades de Conservação do Estado de Sergipe foi realizado nesta segunda-feira, 5, com a participação de produtores rurais, associações, instituições de fomento, pesquisa, desenvolvimento, extensão e capacitação, além de gestores públicos e representantes de agroindústrias. O evento foi aberto no turno da manhã, pelo secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Genival Nunes.

Durante o evento, promovido pela Embrapa Tabuleiros Costeiros, o secretário Genival Nunes falou sobre a importância das matrizes energética, seus benefícios, e, sobretudo, sobre a necessidade de criação de estratégias para a proteção da biodiversidade no entorno das unidades de conservação que ficam nos municípios de Capela e Poço Redondo.

Segundo Genival, após a criação das unidades de conservação a caminhada prossegue com planejamentos estratégicos para a melhor e mais adequada conservação da biodiversidade das unidades. “Já estamos em processo de finalização da criação dos Planos de Manejo de ambas as unidades criadas, um importante documento legal para a gestão ambiental. De uma maneira geral, o Estado de Sergipe tem se preocupado com a proteção e preservação do meio ambiente, abrangendo procedimentos que vão desde os recursos hídricos até mesmo a área de florestas”, frisou.

“Citando as cadeias produtivas com finalidade agroenergéticas, com utilização da cana-de açúcar, a da soja, do eucalipto e palma de óleo, e estas com culturas localizadas no entorno das unidades, vejo mesmo a importância da promoção de um debate que visa organizar esforços de proteção da biodiversidade em territórios rurais nas proximidades das unidades de conservação para o Estado de Sergipe”, afirmou o secretário. Ressaltou que um exemplo efetivo na linha de utilização de matriz energética foi o realizado pela Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), que conseguiu substituir, através de medida legal, os fornos de lenha das padarias do Estado por utilização de fornos a gás.

Em Sergipe, há duas Unidades de Conservação criadas pelo Estado: o Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco, localizado no município de  Capela, e o Monumento Natural Grota do Angico, situado entre os municípios de Poço Redondo e Canindé do São Francisco. Somente a do Junco é a que tem em seu entorno a cultura da cana-de açúcar. Pensando numa melhor manutenção dos fragmentos florestais, que liga a plantação até a unidade de conservação do Junco, a proposta do projeto em pauta busca integrar procedimentos de gestão ambiental em estabelecimentos rurais dedicados ao setor agroenergético, visando a proteção da biodiversidade no entorno.

O coordenador da Unidade de Conservação do Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco, Raone Beltão, falou sobre a ‘Importância estratégica e conservação da biodiversidade no Refúgio de Vida’. De acordo com ele, o projeto é importante por buscar a manutenção de vidas, fauna e flora em áreas do entorno das unidades. “É possível que haja impactos maiores pelo uso de agrotóxicos, atingindo assim o meio aquático. Um aspecto positivo quanto à proteção da biodiversidade em culturas energéticas é a possibilidade de interação de espécies, as das unidades com as do entorno, o que contribui com o crescimento do números de indivíduos (animais e vegetais)”, disse

Durante evento, a equipe da Embrapa Meio Ambiente apresentou a proposta de pesquisa, uma iniciativa vinculada ao Projeto Nacional de Ações Integradas (ProbioII/GEF-MMA), coordenado pela Secretaria de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente (SBF/MMA).

Na quarta-feira, dia 7, o evento permanece com programação indo até Capela. No município, ocorrerá visitas ás instituições do município para apresentação da equipe e da pré- apresentação do projeto.  No período da tarde, a equipe seguirá para visita de campo ao Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco.

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados