CONHEÇA NOSSA LOJA!

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

Começaram no último sábado, 28, as oficinas de aperfeiçoamento dos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe) que fazem a regulação médica das chamadas de urgência e emergência em todo o Estado. Os 40 médicos do Serviço vão reciclar seus conhecimentos e aprender novas práticas até o início do segundo semestre, quando toda a equipe terá passado pela capacitação.

As oficinas ministradas pelo coordenador médico do Samu 192 Sergipe, Clóvis França, exploram desde a missão do Serviço e a legislação que o sustenta, até o papel do médico regulador em casos de acidentes com múltiplas vítimas e o debate de casos a partir das gravações realizadas em situações reais de atendimento.

Cada turma é composta por oito profissionais, dos quais dois são novos e seis já trabalham no sistema. "As turmas são pequenas para possibilitar o debate e misturamos os novatos com os mais antigos para que haja uma troca de experiência. Vamos qualificar o médico regulador para que ele possa oferecer as respostas mais adequadas e utilizar melhor os recursos disponíveis em cada atendimento", afirmou Clóvis França.

De acordo com ele, a oficina serve também para que os profissionais conheçam a nova logística de funcionamento do Samu e discutam o manual de normas e rotinas que será implementado a partir do dia 10 de maio. As mudanças incluem a redistribuição de profissionais reguladores, de forma que cada médico nesta função regule apenas duas das sete regiões de Saúde utilizadas para orientar o trabalho do Samu. "Antes, somente três profissionais regulavam o Estado inteiro", finaliza o coordenador.

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados