CONHEÇA NOSSA LOJA!

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]O secretário de Finanças de Aracaju, Nilson Lima, anunciou que no dia 13 de maio deve ser apresentada ao prefeito Marcelo Déda a proposta de reajuste salarial para os servidores municipais. Ele antecipou que por decisão do prefeito nenhum servidor ganhará abaixo do salário mínimo estipulado pelo governo federal, que é de R$ 240.
A proposta salarial vem sendo discutida por uma comissão formada pelos secretários de Finanças, Nilson Lima; Saúde, Rogério Carvalho; de Governo, Oliveira Júnior; Administração, João Andrade; e Educação, Rosângela Santana, além de sindicalistas que atuam na área municipal. O prefeito Marcelo Déda deixou claro que toda folga existente na legislação para que o reajuste salarial seja concedido será utilizada.
Segundo Nilson Lima, o reajuste salarial cumprirá as determinações da Lei de Responsabilidade Fiscal. “Nós não concederemos um reajuste que infrinja a LRF porque temos consciência da perda de todo o repasse de verba da União, o que prejudicaria o município de Aracaju. Ou seja, verbas que contribuem com o crescimento e o desenvolvimento do município”, explicou, salientando que os recursos federais estão contribuindo na construção de obras como a orlinha do bairro Industrial, avenida São Paulo e a Coroa do Meio. De acordo com Nilson, o município de Aracaju comprometeu até dezembro do ano passado, 51,3% da sua receita corrente líquida, sendo que seu limite prudencial é de 57%.
O secretário também destaca que atualmente 95% dos servidores municipais já ganham salário superior ao mínimo. Os estudos relativos à concessão do reajuste salarial estão ocorrendo há dois meses, depois de instalado o fórum que reúne os secretários municipais e dirigentes sindicais.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados