CONHEÇA NOSSA LOJA!
Prefeitura assina contratos com proprietários de casas de aluguel para amparar desabrigados

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]A Prefeitura de Aracaju selou o compromisso de garantir moradia digna à população que teve parte de suas residências destruídas pelas chuvas. A vereadora Conceição Vieira, secretária municipal de Assistência Social e Cidadania, efetivou os aluguéis assinando os contratos com proprietários dos imóveis alugados pela Semasc para amparar as 26 famílias que tiveram suas casas destruídas pelas chuvas em Aracaju. São moradores do Morro Tangará e do Coqueiral que acompanharam de perto a reunião realizada entre a secretária Conceição Vieira, os técnicos da Semasc e os proprietários das casas alugadas.

Os inquilinos chegaram ao Centro de Referência da Assistência à Criança, ao Adolescente e à Família José Oliveira Sobral, no bairro Ssantos Dumont, bem antes do horário previsto para o início da reunião. Os sorrisos estampados em cada fisionomia das vítimas das enchentes denunciavam a satisfação e a felicidade por estarem tendo, a partir da ação da prefeitura, a oportunidade de morar dignamente em casas com sanitários e ligadas à rede de esgoto. “Hoje estou no conforto, uma coisa que nunca tive”, comemora Erisvaldo dos Santos, 36, que vivia com a família em condições subumanas no Morro Tangará.

Dona Ana Rosa Alves da Silva fez questão de mostrar o quanto se sente feliz. “Eu morava dentro da lama. Graças a Deus estou morando bem com a minha família com a ajuda da secretaria”, disse. Ela também foi transferida do Morro Tangará juntamente com os cinco filhos que com ela residem.

AJUDA MÚTUA
E não só os inquilinos estavam felizes. Os proprietários dos imóveis também demonstraram satisfação em poder estar contribuindo com o bem-estar das famílias desamparadas e também por ter a oportunidade de aumentar sua renda. José Luciano Santos, por exemplo, vai investir o dinheiro que receberá do aluguel de sua casa na construção de um outro imóvel. Ele cedeu sua própria residência no Coqueiral para a Prefeitura de Aracaju e foi morar com a mãe Maria Eliete Santos. “É com grande satisfação que ajudei na mudança
daquela família”, comenta José Luciano.

A inquilina beneficiada é Gilvânia Santos, que morava no Coqueiral com seus cinco filhos. Parte de sua casa foi destruída e a Prefeitura de Aracaju a interditou e, em contrapartida, alugou, através dos contratos assinados pela secretária Conceição Vieira, a casa de Luciano. “Isso mostra que a secretaria está trabalhando bem”, comenta Gilvânia. “Esta é a primeira vez que me dão uma caridade”.

A secretária Conceição Vieira falou sobre os procedimentos jurídicos que a Semasc adotou para alugar as casas revelando que toda a ação da PMA teria sido fruto do compromisso do prefeito Marcelo Déda com a dignidade e a cidadania dos aracajuanos. “O atual prefeito tem preocupação com as pessoas de Aracaju, o que não tem é dinheiro suficiente para solucionar todos os problemas da cidade”, observa a secretária. “O diferencial desta administração é colocar vocês em casas decentes e vocês ainda tiveram a oportunidade de
opinar. Essa é a nossa forma de administrar os bens públicos”.

A chefe da Divisão de Apoio à Moradia, Maria das Graças Santos Oliveira, deu uma verdadeira aula de cidadania aos inquilinos. “Hoje vocês não moram soltos, hoje vocês têm que cumprir certas regras e ter maior respeito com a vizinhança, ter cuidado com o volume do som e tratar os vizinhos como cidadãos”, observou Graça.

Relatório da Semasc indica que a PMA assistiu a 215 famílias prestando atendimentos diversificados entre aluguéis de imóveis, mudança destas famílias, distribuição de cestas básicas, medicamentos, distribuição de vale gás, reconstrução de seis casas que desabaram, além de assegurar o funeral das duas vítimas que morreram afogadas durante as chuvas.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text]

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados