CONHEÇA NOSSA LOJA!

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]“O ano de 2003 foi muito produtivo para a consolidação do nosso projeto de governo e realização de grande parte do que planejamos para atender às necessidades da população”. Foi assim que o prefeito de Aracaju, Marcelo Déda, resumiu seu sentimento em relação ao papel desempenhado pela administração municipal em 2003, durante a entrevista que concedeu na manhã de ontem, 29, à Rádio Cultura AM.

Além de responder os questionamentos dos ouvintes, Déda falou sobre as principais obras que serão realizadas em 2004. Dentre elas estão as construções da avenida Desembargador José Antônio de Andrade Góes na Coroa do Meio, da segunda etapa da avenida São Paulo, a revitalização do parque da Sementeira e a construção do pronto-socorro municipal na avenida Maranhão, zona Norte da cidade.

“São obras de extrema importância. Não é porque 2004 será um ano eleitoral que vamos ficar sem atividades. Continuaremos trabalhando para buscar mais recursos e atender os anseios da população”, destacou o prefeito.

Participação dos ouvintes

Algumas realizações importantes como o concurso público para professores, a primeira etapa da avenida São Paulo, a conclusão da etapa inicial das obras da Coroa do Meio, a construção da Orla do Industrial e o início das obras da rota de fuga que vai ligar o conjunto Beira Mar II ao bairro Santa Teresa foram lembradas pelos ouvintes, que também participaram da entrevista ao vivo para esclarecer suas dúvidas.

Quando questionado sobre a execução da segunda etapa da Orla do bairro Industrial, Déda explicou que a obra ainda não foi feita porque não houve recursos suficientes. “Tenho a intenção de buscar mais recursos, mas também precisamos analisar as implicações da construção da ponte Aracaju-Barra para que a obra não precise ser refeita”, afirmou.

O prefeito Marcelo Déda anunciou também que o canteiro do Bugio III será construído, mas a ponte para ligar os conjuntos Inácio Barbosa e Augusto Franco ainda não poderá ser feita no próximo ano porque primeiro são necessários estudos de viabilidade técnica e impacto ambiental da obra. Além disso, trata-se de uma obra incluída no Orçamento Geral da União, mas que ainda precisa ter os seus recursos assegurados em Brasília.

Outro tema mencionado, desta vez pelo radialista Jairo Alves, foi a aprovação de um projeto de lei, por parte da Câmara de Vereadores, que trata da criação e funcionamento de motéis no perímetro urbano de Aracaju. O prefeito declarou que durante uma audiência no último dia 23 ouviu atentamente as ponderações do arcebispo de Aracaju, Dom José Palmeira Lessa. Ele garantiu que irá ouvir outros setores e estudar bastante o assunto antes de tomar qualquer decisão.

Salários

Déda esclareceu que os 10% de reajuste dos servidores concedidos em maio deste ano superaram os aumentos oferecidos pelo governo estadual e por cidades como Salvador e Recife. “Este valor foi possível porque os servidores não concordaram com nossa proposta de 6% de aumento para que os outros 4% fossem aplicados no Plano de Saúde”, disse. “Temos a previsão de que em março vamos discutir novas possibilidades para 2004 juntamente com os servidores”, antecipou.

O concurso público para professores contratou 350 novos profissionais e os excedentes estão sendo chamados na medida em que há desistências. “Vamos prorrogar o prazo de validade das provas por mais dois anos como estava previsto, mas precisamos manter também os estagiários para não descumprirmos a lei de responsabilidade fiscal e até porque os estagiários de hoje são os profissionais de amanhã”, lembrou o prefeito. “Isso sem mencionar que os salários pagos pelo município são maiores do que os do Estado”, complementou.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados