CONHEÇA NOSSA LOJA!
Nova biblioteca municipal irá beneficiar moradores do Augusto Franco e adjacências

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]As atividades pedagógicas e literárias dos moradores do conjunto Augusto Franco e adjacências irão ganhar um importante recurso ainda este ano: a Biblioteca Municipal do bairro Farolândia. Erguida com recursos obtidos através de uma parceria entre a Prefeitura de Aracaju e o BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – a nova biblioteca representa mais um pedido da comunidade feito nas plenárias do Orçamento Participativo.

A instituição que disponibilizará em seu acervo diversos livros dispostos numa sala de 78,32 m², terá também área construída de 354, 57 m², área útil de 325,02 m² e área ocupada de 445,07 metros. Em volta do prédio a área pavimentada será de 854, 23 m² e a de paisagismo de 194, 72 m².

Com os serviços de 29 funcionários da Macedo Engenharia, a biblioteca terá como endereço a “Praça do Terminal”, no final de linha de ônibus do conjunto Augusto Franco. Seus maiores atrativos serão as salas de leitura, sendo uma infantil, acervo, videoteca, espaço cultural, pesquisa na computação, além de banheiros (também para deficientes físicos), recepção, diretoria, recuperação de livros, mapoteca com periódicos e obras raras e rampas de acesso para deficientes físicos.

Segundo o engenheiro fiscal da Emurb, Carlos Eduardo Lima, a obra já está em 70% concluída. “Teremos aqui plantas e gramas ornamentais em volta da biblioteca”, afirma. Para o professor de Educação Física, Paulo Roberto e Silva Carvalho, que trabalha na Escola Professor Francisco Portugal, localizada em frente à nova biblioteca, essa iniciativa da Prefeitura de Aracaju foi muito importante. “Aqui no Augusto Franco nunca tivemos uma biblioteca. Quando os alunos querem fazer alguma pesquisa eles vão até a da Unit, e com uma mais próxima os alunos poderão fazer atividades no próprio bairro, perto de casa e da escola”, diz.

Paulo Roberto diz também que os professores terão novas maneiras de ensinar. “Pretendo exercer atividades nas salas de leitura, pois trabalhamos pela manhã com alunos da 1º a 4º séries do ensino fundamental, e nesta fase os alunos estão descobrindo a leitura”, afirma.

O projeto da obra que levará mais comodidade para os moradores dos bairros Farolândia, Santa Maria, São Conrado, Atalaia e adjacências na realização de pesquisas, atividades pedagógicas e estudos em geral, é executado por meio de uma parceria da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan) e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esportes (Funcaju). O valor do empreendimento é de R$ 263.049,34.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text]

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados