CONHEÇA NOSSA LOJA!
Mais 160 famílias recebem imóveis do Programa Moradia Cidadã

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]Para 160 famílias contempladas com imóveis do Projeto Moradia Cidadã no condomínio Moradas do Sol, conjunto Augusto Franco, a tarde de hoje será inesquecível. Executado por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Aracaju e a Caixa Econômica Federal, o projeto integrante do Programa de Arrendamento Residencial (PAR), do Governo Federal, completou hoje a marca de 1.562 unidades habitacionais entregues durante a administração do prefeito Marcelo Déda.

O condomínio do Augusto Franco é formado por 12 blocos de apartamentos, cada um com dois quartos, sala, cozinha e banheiro. O residencial ainda conta com uma creche, área de lazer com quadra esportiva, parque infantil e salão de festas.

Durante a inauguração, representando os moradores, Alexandre da Silva destacou a alegria dos demais contemplados. “Estamos todos satisfeitos”, disse. “Quero agradecer a Caixa Econômica e ao prefeito Marcelo Déda pela brilhante iniciativa”, completou. A declaração de Alexandre foi reforçada pelo corretor Sérgio Henrique, mais um contemplado. “Muito bom! Para mim que estou próximo de casar, este apartamento chegou na hora certa”.

O superintendente da CEF em Sergipe, Alex Norat, aproveitou a oportunidade para reforçar o sucesso da parceria do banco com a prefeitura, por meio do PAR em Aracaju. Com a entrega do Condomínio Moradas do Sol, já são 14 empreendimentos com investimentos em torno de R$ 30 milhões. “Esse programa é de suma importância para atender a demanda do déficit habitacional no município e temos que reconhecer o esforço do prefeito Marcelo Déda em angariar recursos em Brasília para tal”, revelou.

O prefeito Marcelo Déda disse que a Prefeitura de Aracaju continuará a luta para reduzir a carência de habitação na cidade. “Continuarei lutando e trabalhando para manter este programa (PAR)”, afirmou. Ele lembrou ainda a construção de 600 casas no bairro Coroa do Meio, dentro do programa de revitalização do local, que beneficiará famílias que moravam em palafitas, e a construção de 80 casas no bairro Industrial dentro do Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social – PSH.

PAR em Aracaju

O prefeito Marcelo Déda aproveitou o momento e revelou os números do PAR durante os quatro anos de sua administração. Até o final de 2004, serão entregues a população 4.013 unidades habitacionais. Numa média anual serão cerca de 1.000 imóveis, o que equivale a cerca de 83 unidades mensais.

O PAR também se tornou um importante instrumento para geração de emprego no município. Ao longo de quatro anos do governo Déda foram gerados 6.020 empregos diretos. Os investimentos financeiros também são surpreendentes. Para construir as 4.013 moradias serão investidos aproximadamente R$ 88 milhões.

Residenciais concluídos

Vila Verde I e II – 168 casas; Mirasol – 132 casas, ambos no conjunto Santa Tereza.
Lagoa Doce – 96 apartamentos na Jabotiana;
Colina Residenciais – 108 apartamentos no Lamarão;
Solar I e II, Salinas e Laguna – 200 casas no Santa Tereza;
Costa Norte – 176 apartamentos no Siqueira Campos;
Bela Vista – 144 apartamentos na Jabotiana;
Pousada Verde – 112 apartamentos no Lamarão;
Alto da Boa Vista – 266 unidades (apartamentos e duplex) na Getimana;
Moradas do Sol – 160 unidades no Augusto Franco.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text]

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados