CONHEÇA NOSSA LOJA!
Governo orienta sobre cuidados no período junino

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

A Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ) do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) possui um dos mais equipados serviços de assistência às vítimas de queimaduras do Nordeste. O espaço funciona com uma avançada aparelhagem de suporte clínico e 14 leitos. Desses, quatro são exclusivos para crianças e dois são utilizados como semi-intensivos.

Com a proximidade dos festejos juninos, a estrutura da UTQ é ampliada, já que, neste período, as queimaduras são mais constantes pelo aumento de acidentes domésticos com líquidos aquecidos, o uso inadequado de fogos e substâncias químicas, além das tradicionais fogueiras.

Em junho do ano passado, foram registrados 86 atendimentos às vítimas de queimaduras durante os festejos. Os fogos de artifício foram os grandes responsáveis pela estatística, registrando 61 casos somente no mês das festividades.

De acordo com a gerente da UTQ do Huse, Wandressa Santos, além dos transtornos físicos, as lesões provocadas por queimaduras também geram efeitos psicológicos. Ela faz um alerta para que as pessoas, principalmente as crianças, tenham muito cuidado ao manusear os fogos.

“Essa é uma época em que o atendimento na unidade é dobrado. Recebemos muitas crianças vítimas de queimaduras por chuvinhas, traques, bombas, queda em fogueiras e líquidos quentes. É preciso que os pais fiquem atentos e orientem os filhos quanto aos perigos causados por esses produtos”, afirma.

Ainda de acordo com a enfermeira, assim que chega ao Huse, o paciente com queimaduras leves é atendido na Sala de Sutura do Pronto Socorro, que dá todo o suporte e gerencia o atendimento. Se o caso for mais grave, ele é levado imediatamente para a Área Vermelha.

“Na UTQ, existe uma equipe multidisciplinar, que conta rotineiramente com cirurgião plástico, anestesista, intensivista, clínico, pediatra, equipe de enfermagem, psicólogo, nutricionista, fonoaudiólogo e fisioterapeuta. Há também um psiquiatra de sobreaviso, caso tenha necessidade”, enaltece Wandressa Santos.

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados