CONHEÇA NOSSA LOJA!

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

Os constantes desligamentos de energia elétrica programados pela Energisa têm provocado interrupção no abastecimento de água em vários pontos de Sergipe. Segundo a assessoria de comunicação da Companhia de Abastecimento de Sergipe (Deso), uma nova falta de energia, verificada domingo passado, no povoado Ilha do Ouro, em Porto da Folha, deixou desabastecidos vários municípios atendidos pela Adutora do Alto Sertão. “A situação só deverá ser normalizada nesta terça-feira”, disse o assessor Fernando Fontes.

A Energisa programou um desligamento das 5h às 9h30 do domingo, mas só conseguiu religar a energia às 11h45 daquele dia. “O problema é que a água não retorna às torneiras assim que a energia é religada, pois antes é preciso que haja pressão para encher toda a tubulação que, neste caso, tem uma extensão superior a 150 quilômetros quando somamos todos os trechos da adutora”, explicou Fontes.

Ainda segundo o assessor, os desligamentos de energia têm impedido a normalização no abastecimento de água tratada nos municípios atendidos pela Adutora do Alto Sertão. “No último dia 20, a Deso fez uma paralisação programada na adutora, que terminou se estendendo por mais de 15h devido a uma pane no momento de religar o sistema. No último dia 26, quando o abastecimento estava sendo normalizado, a Energisa interrompeu o fornecimento e, domingo passado, voltou a fazer um novo desligamento.

O último desligamento de energia elétrica deixou sem água municípios como Poço Redondo, Frei Paulo, Pedra Mole e Pinhão. “A Deso tem mantido contatos com a Energisa para que os desligamentos programados não ocorram em espaços de tempo tão curtos como vem acontecendo. No caso de domingo, como a energia não voltou no tempo programado, entrou ar na tubulação, dificultando o trabalho de nossa equipe técnica para normalizar o abastecimento”, concluiu Fernando Fontes.

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados