CONHEÇA NOSSA LOJA!
depoimento: Evaldo Campos

“Marcelo Déda é o melhor nome que a política de Sergipe teve nos últimos 50 anos”

Marcelo Déda é o melhor nome que a política de Sergipe teve nos últimos 50 anos. Um talento, um orador primoroso, uma inteligência fulgurante e, sobretudo, um homem honrado, um homem de bem. Nesse mar de lama em que está o Brasil, o nome de Déda nunca apareceu com nenhuma mácula, por menor que pudesse ser.

Tenho muito orgulho de dizer que fui um amigo pessoal de Marcelo Déda. Nunca fui petista. Nunca fui alinhado à esquerda ou à direita, porque não acredito numa coisa ou na outra, mas sempre admirei Marcelo Déda. Um homem digno, que serve de exemplo a essas gerações que querem ver a construção de um Brasil melhor.

Marcelo Déda era menino quando o conheci, estudante do Colégio Estadual Atheneu Sergipense. Era um rapazinho quando o vi disputar a primeira eleição para deputado estadual. Acompanhei toda a sua trajetória e tenho um orgulho imenso de tê-lo conhecido e de ser seu amigo. Falo não por uma paixão política ou por compromisso partidário, mas por uma questão de respeito e admiração a um homem de bem, sério e inteligente.

Certa vez, eu era Secretário de Estado à época do Governo de Valadares e fui realizar uma palestra em Simão Dias. Na ocasião, me perguntaram o que eu achava de Marcelo Déda, que era um deputado estadual que estava iniciando sua carreira. E eu disse: Marcelo Déda é a estrela mais brilhante do parlamento sergipano e dentro de alguns anos será a mais rutilante estrela a brilhar no parlamento nacional.

Déda merece todas as homenagens pelo político sério e brilhante que foi. Seu nome iluminou Sergipe, berço onde floresceu sua inigualável inteligência. Sua honradez a todos enche de orgulho. Sua eloquência, fonte de inspiração a todos que admiram um bom tribuno. Marcelo Déda foi e deve permanecer uma inspiração para todos aqueles que querem entrar na vida pública. E falo tudo isso como um ato mínimo de justiça a um grande sergipano, a um extraordinário brasileiro, que se tivesse continuado entre nós estaria seguindo sua estrada com compostura, com seriedade, com competência, com dignidade e com muito brilho.

Falar sobre Marcelo é revisitar a alegria de ter tido o privilégio de ouvi-lo. Ele é um símbolo que deve ser amplamente divulgado. Ele é daqueles poucos que vieram ao planeta para serem luzeiros, iluminando o caminho de seus compatriotas. Eu o recordo, relembrando os versos de Rabindranath Tagore: ”saí no carro do primeiro raio de luz, deixando a marca de minha passagem em todas as estrelas”. E que marcas ele deixou!

Depoimento do Jurista e Professor de Direito, Evaldo Campos.

Comentários desabilitados