CONHEÇA NOSSA LOJA!
Déda promove transferência de cargo para a deputada Angélica Guimarães

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

Na manhã desta quinta-feira, 28, o governador Marcelo Déda promoveu o ato oficial onde transferiu o cargo de governador para a presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe, deputada Angélica Guimarães. Ela comandará o estado até o próximo dia 5 de agosto, enquanto o governador se ausentará para tratar de assuntos particulares. A solenidade de transferência de cargos reuniu diversas autoridades, parlamentares, prefeitos e lideranças políticas que lotaram o auditório do Palácio dos Despachos.

O primeiro na linha de substituição, o vice-governador Jackson Barreto, está fora do país também tratando de uma agenda particular e, portanto, está sendo obedecido o preceito constitucional que garante ao chefe do Poder Legislativo a assunção ao cargo de governador.

“Esta é uma homenagem à democracia brasileira e à regularidade do funcionamento das instituições no nosso estado, pois está escrito na Constituição que o governador será substituído, em eventualidades, pelo vice-governador, pelo presidente do Poder Legislativo ou pelo presidente do Tribunal de Justiça”, afirmou o governador Marcelo Déda.

Segundo Déda, como o vice-governador está viajando e ele precisará de um afastamento por 10 dias, é necessário que se obedeça à ordem natural prevista na constituição. “Esta também é uma oportunidade que o Poder Executivo tem de explicitar o seu respeito pelo Poder Legislativo, além de ajudar a mostrar, do ponto de vista político, que a nossa coalizão funciona perfeitamente bem, não há crises entre os partidos e lideranças”, complementou o governador.

Homenagem

Em seu discurso durante a solenidade, o governador também fez questão de homenagear a trajetória política de lealdade e respeito sempre mantida com a deputada Angélica Guimarães. “Esta também é uma homenagem de ordem pessoal a uma política correta leal e amiga”, pontuou Marcelo Déda.

“A deputada Angélica Guimarães é uma mulher habilidosa desde o primeiro momento em que entrou em nossa coligação. Ela demonstra uma fidelidade que só me emociona e fortalece nossos laços de amizade. Angélica demonstra a lealdade da política competente que compreende que, em certos momentos, não é necessário disputas entre partido e governador, demonstrando que compreende que o caminho é unir e não separar, se empenhando sempre em promover as articulações para o entendimento”, descreveu o governador, reiterando que não há a confusão entre lealdade e subserviência.

Para Déda, como a terceira mulher a chegar a ocupar o posto de governadora do Estado (que já fora ocupado pela então vice-governadora Marília Mandarino e pela então presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Marilza Maynard), a deputada Angélica Guimarães consolida a trajetória exitosa das mulheres na política nacional. “Este ato também demonstra o peso e a influência da mulher na vida política do Brasil e de Sergipe, pois temos uma presidenta da República, diversas ministras, e em nosso estado a presidente da Assembleia Legislativa, a presidente do Tribunal de Contas, dentre outras diversas mulheres que exercem com habilidade e sensibilidade os cargo de liderança”, afirmou o governador.

Nova rotina e emoção

Já a governadora em exercício, deputada Angélica Guimarães, afirmou que neste período vai dar continuidade a diversas ações administrativas e percorrer alguns municípios do estado. “Vamos conhecer mais detalhadamente algumas ações do Governo do Estado, realizar as atividades do cotidiano do Poder Executivo e, sobretudo, buscar dar encaminhamento a algumas solicitações de lideranças do interior do estado”, informou Angélica Guimarães, que também fez um discurso emocionado.

“Este é um momento nobre e especial que era inesperado em minha vida. Quis a soberana vontade divina que, encontrando-me no pleno exercício da presidência da Assembleia Legislativa, coubesse a essa humilde ribeirinha, nascida no município de Japoatã, a elevada missão de substituir tão importantes e ilustres personalidades públicas”, citou a governadora em exercício.

De acordo com Angélica Guimarães, este ato se deve, sobretudo a um gesto de grandeza e conscientização de um governante, que, segundo ela, “exercita na plenitude a arte da democracia e cujas ações ratificam o penhor e equilíbrio de um agente público que demonstra estar acima do seu tempo”.

Além de agradecer e homenagear familiares presentes ao ato, Angélica Guimarães também fez questão de agradecer aos colegas parlamentares que, por unanimidade, elegeram-na presidente da Assembleia Legislativa. “Se eu não tivesse sido aclamada com voto unânime dos colegas parlamentares, não estaria aqui nesse momento. Quero dividir este momento sublime de emoção e conquista com todo o parlamento, pois avalio que a postura daquela casa legislativa tem sido de plena independência, mas de total harmonia e respeito com o Executivo e assim também com os demais poderes”, sentenciou a governadora em exercício.  

Perfil

Maria Angélica Guimarães Marinho nasceu em Japoatã, filha de Leúdes Alves dos Santos e Maria Estela Guimarães Santos. Casada com o médico Vanderbal Marinho Meneses de Andrade, tem dois filhos, Vanderbal Guimarães Marinho e Cindi Guimarães Marinho.

Graduada pela UFS, exerce a medicina há 28 anos, atendendo no hospital de Japoatã, onde realiza consultas e cirurgias para pacientes carentes do município e da região.

Iniciou a vida política por influência da família, tradicional na política de Japoatã. Seu bisavô, Oséas Alves dos Santos, foi prefeito; seu avô, Dorival Dias Guimarães, vice; e seu pai foi vereador no município. Em 1998, elegeu-se para o primeiro mandato na Assembleia Legislativa. Reelegendo-se em 2002, 2006 e 2010.

Foi 2ª Secretária da Assembleia Legislativa de Sergipe de 1999 a 2003. Em 2007 foi eleita para a vice-presidência da Assembleia (biênio 2007-2009), reelegendo-se para o biênio 2009-2011. Assumiu a presidência após a nomeação do Deputado Ulices Andrade para o TC, tornando-se a primeira mulher a assumir a presidência. Elegeu-se presidente para o biênio 2011-2013.

Presenças

Participaram da solenidade autoridades como o prefeito da capital, Edvaldo Nogueira, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Alves Neto, a presidente do Tribunal de Contas, conselheira Isabel Nabuco, o presidente da Câmara de Vereadores da capital, Emmanuel Nascimento, o presidente em exercício da Assembleia Legislativa (já que é o vice-presidente), deputado Garibalde Mendonça, o senador Eduardo Amorim e os deputados federais, Heleno Silva, André Moura e Laércio Oliveira, dentre outras lideranças.

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados