CONHEÇA NOSSA LOJA!
Coordenadores escolares eleitos tomam posse em solenidade realizada no Iate Clube

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]Eleitos pelo voto secreto e direto da comunidade escolar de Aracaju, os 143 profissionais do Magistério vencedores no pleito ocorrido no último dia 10 em 56 unidades escolares para coordenadores das escolas municipais, promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), tomaram posse ontem, dia 29, no salão Nobre do Iate Clube de Aracaju.

Mais de 500 pessoas participaram da solenidade de posse que contou com a presença do prefeito Marcelo Déda, da secretária de Educação, Rosangela Santana, do vice-prefeito, Edvaldo Nogueira, do reitor da Universidade Federal de Sergipe, José Fernandes Lima, dos deputados estaduais Francisco Gualberto e Ana Lúcia, dos vereadores Emannuel Nascimento e Magal da Pastoral, da presidente do Sindipema, Inês dos Santos Malta, da presidente do Conmea, Ivanete Santos Bomfim, além de outras autoridades e familiares dos novos coordenadores.

A eleição para coordenadores realizada pela Semed teve como objetivo defender o impacto benéfico da Gestão Democrática nas unidades de ensino. Em 5 de junho a Semed já havia dado um importante passo para o estabelecimento desse processo, quando empossou 983 conselheiros de 53 unidades de ensino da rede municipal, nos segmentos de pais e/ou responsáveis, alunos, funcionários, professores e coordenadores, assegurando a autonomia das escolas através da garantia de espaços para definir seus direcionamentos.

A secretária de Educação ressaltou a luta por um espaço de democracia dentro das escolas, relembrando as denúncias feitas pelo sociólogo Paulo Freire, de que na sociedade existia os opressores e em consequência, existia os oprimidos e que os espaços das escolas era os espaços privilegiados de reprodução daquele momento da sociedade.

Relembrou o trabalho desenvolvido pelo professor Diomedes Santos Silva, que sempre lutou contra qualquer forma de opressão, sendo um baluarte por todas as conquistas, levantando a primeira voz de que era necessário um novo projeto de escola e de uma escola para os filhos da classe trabalhadora.

Para a secretária, esse dia 10 tem que ficar marcado na educação municipal com a eleição dos coordenadores. “Esse é um momento para que nunca mais um governante sente na cadeira do prefeito e venha a ser um opressor”, disse Rosangela.

Parte da história
“Este ato está destinado a fazer parte da história da educação no Estado de Sergipe”, afirmou o prefeito Marcelo Déda, durante a posse dos Conselheiros, ressaltando se tratar de um ato que está destinado a ser guardado nos corações e nas vidas de todos quantos tiveram a oportunidade de participar do processo.

O prefeito criticou os que acreditam na idéia de que líder é aquele que conduz a massa e leva para onde quiser, que manipula as multidões e que vive a ilusão de acreditar que o povo tem a imagem do líder e que é ele quem desenha a imagem do povo. “Mas os verdadeiros líderes não desenham o rosto na multidão, os verdadeiros líderes têm o seu rosto, o seu caráter, o seu projeto e o seu programa desenhado e esculpido pelo povo organizado”, frisou o prefeito, enfatizando que o verdadeiro líder é aquele que tem a capacidade de perceber o que a maioria do seu povo quer naquele momento e naquela determinada situação histórica. “Tenho certeza que essa relação do líder e dos liderados é a imagem mais pura da relação dos sindicatos e das bases do Magistério do Estado de Sergipe”, disse Déda.

Para o prefeito, o dia de ontem se colheu o processo de luta e de construção de consciência, com a inteligência, com o coração e com a coragem de cada professor e professora da rede estadual e municipal do magistério. “Um processo como esse, não é um processo de vencedores isolados, mas um processo de vitória do magistério que recuperou a vitória da democracia para as escolas públicas”, disse o prefeito, enfatizando que os únicos vitoriosos são o magistério e a cidade de Aracaju, que recuperou a democracia para dentro da escola pública.

Ao final do discurso, o prefeito pediu a todos os professores coordenadores e membros do conselho escolar, para que assumissem o compromisso de provar que a democracia dá certo e que é também é o instrumento de elevação da qualidade de ensino e de um projeto que sirva o principal objetivo, que é de formar homens e mulheres à altura do sonho para o Brasil, para o Estado e para a cidade de Aracaju.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text]

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados