CONHEÇA NOSSA LOJA!

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]Os programas de Saúde Mental no Brasil vêm passando por importantes transformações. Os avanços são notados no aparecimento de novas formas de tratamento que proporcionam melhor atenção ao usuário portador de sofrimentos psíquicos.

Em muitas cidades, o modelo manicomial, que favorece o isolamento, está sendo substituído por oficinas terapêuticas realizadas nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), que se preocupam em valorizar os aspectos sadios dos pacientes.

A Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju acompanha essa nova realidade, e em menos de dois anos implantou três CAPS na capital sergipana: um no bairro Atalaia, que é o David Capistrano, outro no bairro Getúlio Vargas, o Emergência, e o A/D Primavera, que está situado no bairro São José. Além desses, o CAPS Arthur Bispo, que é mantido pela Prefeitura de Aracaju em parceria com a Associação Luz do Sol, funciona no bairro Siqueira Campos.

Esses Centros se propõem a atender portadores de transtornos psíquicos garantindo assistência substitutiva aos serviços hospitalares. Todo o trabalho é desenvolvido por uma equipe multidisciplinar composta por psiquiatra, psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional, enfermeiro, auxiliar ou técnico de enfermagem, artesãos e arte-educadores.

O atendimento se sustenta em um projeto terapêutico individualizado e baseado em assembléias realizadas periodicamente com a participação das famílias dos pacientes. Dessa forma, a todo o momento o serviço é avaliado e melhorado a depender das necessidades.

Depois de implantada essa nova forma de atendimento a usuários portadores de transtornos mentais, comprovou-se que o número de internações em clínicas psiquiátricas reduziu em 40%.

Toda essa mobilização acontece em defesa de uma política assistencial comprometida com a produção de autonomia dos usuários, transformando o CAPS num lugar de passagem, onde o paciente possa adquirir o direito de novamente se inserir na sociedade.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados