CONHEÇA NOSSA LOJA!
Carlos Cauê recebe título de cidadão aracajuano

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

O final da manhã desta sexta-feira, 29, ficou marcado na história de vida do secretário de Estado da Comunicação, Carlos Cauê, que recebeu o título de Cidadão Aracajuano. A homenagem, proposta pelo vereador Emmanuel Nascimento, ocorreu durante solenidade realizada na Câmara de Vereadores de Aracaju e contou com a presença de amigos e familiares.

A homenagem é o reconhecimento do trabalho desse comunicador, que engrandece o mercado sergipano não apenas por sua capacidade intelectual e competência na área da comunicação, mas, acima de tudo, pelo autêntico cidadão, o amigo Carlos Cauê.

Em seu discurso, Carlos Cauê emocionou as pessoas presentes à solenidade. Em diversos momentos também se emocionou. “Esse é o reconhecimento que a cidade faz à minha história, uma trajetória de luta e trabalho que desenvolvi nessa cidade. Eu estou muito satisfeito e orgulhoso de também ser reconhecido cidadão aracajuano. É um momento de muita alegria e de muita satisfação. Continuarei dedicando o melhor de mim, meu esforço, meu talento, minha inteligência, minha sensibilidade ao povo e às causas de Aracaju”.

Ele também lembrou de agradecer à cidade que o acolheu. “É com extrema alegria e satisfação ver a cidade me acolhendo como cidadão de sua urbanidade, como filho de sua cidade. Já moro em Aracaju há 33 anos e aqui construí praticamente toda a minha vida profissional, toda a minha vida ligada às artes, ao marketing político. Eu me reconheço como cidadão aracajuano e a Câmara de Aracaju me dá esse título. Tenho muito orgulho dessa trajetória, de ter sido um dos membros que reorganizaram o Partido Comunista do Brasil aqui em Sergipe, na década de 1980, muito orgulho de ter militado no movimento estudantil, de ser presidente do DCE, de ter liderado diversas jornadas de luta junto ao movimento estudantil da minha época, ter sido contemporâneo do governador Marcelo Déda, do ex-prefeito Edvaldo Nogueira, e de tantos outros líderes que surgiram naquele período. Tenho uma satisfação muito grande da trajetória que trilhei nesta cidade e isso é parte do que a cidade me deu”, discursou Carlos Cauê.

Para Emmanuel Nascimento, idealizador da homenagem, a partir de hoje Carlos Cauê não será apenas um cidadão de fato, mas de direito. “Apenas fizemos justiça, pois Carlos Cauê já é um cidadão aracajuano, basta ver o trabalho dele para a população aracajuana, na área cultural, política e estudantil. Todo o histórico de Cauê fez com que os vereadores de Aracaju aprovassem por unanimidade o título de cidadão aracajuano. Então, estamos tornando ele cidadão de direito. Ressaltando que o título não é oferecido apenas pelos vereadores, mas também pela população dessa cidade”.

A vereadora Lucimara Passos quebrou o protocolo e ressaltou a alegria de presenciar um momento importante de um amigo pessoal. “Hoje meu coração se enche de alegria. Está se fazendo justiça à um grande cidadão aracajuano, desde a universidade não perdeu de vista o trabalho por uma cidade melhor e mais justa. Carlos Cauê representa um cidadão comprometido e transformou sua vida em um instrumento de luta por uma sociedade mais justa”.

O secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, Zezinho Sobral compareceu à solenidade e parabenizou o homenageado. “É um ato de cidadania que nos deixa feliz, me senti recompensando de estar aqui, assistindo ao momento tão justo e importante para Aracaju. Carlos Cauê tem sua vida relacionada à essa cidade, participou dos destinos políticos da construção de uma sociedade melhor. O discurso que ele fez é o retrato da vida dele, a forma como ele se expressa, é o que ele de fato é. Estou em um dia daqueles que nos deixa feliz e nos faz melhor e mais inspirados para trabalhar em prol de uma sociedade mais justa”.

O presidente do Sindicato dos Jornalistas de Sergipe, Paulo Sousa, destacou a importância da homenagem para todos os jornalistas. “Essa homenagem não é apenas para Carlos Cauê, pois acaba contemplando todos nós jornalistas, por ele ser um profissional filiado ao Sindijor. É um momento que não honra apenas ele, mas o profissional da comunicação”.

Biografia

Com esse título, Aracaju estende sua lista de cidadãos ilustres por merecimento a uma pessoa que fincou raízes nestas terras, e que sempre declarou amor incondicional à capital dos cajus e papagaios. Natural de Maceió, Cauê chegou a Aracaju em 1981 para estudar Engenharia Química, na Universidade Federal de Sergipe (UFS). De lá pra cá, fez de Sergipe seu Estado e de Aracaju sua cidade para viver. Formou-se em Jornalismo pela Universidade Tiradentes (Unit) e traz na bagagem o ofício de escritor, publicitário e especialista em marketing político, destacando-se em diversas campanhas políticas e sendo vitorioso em muitas delas.

Também foi secretário de Comunicação da Prefeitura de Aracaju, e um dos fundadores do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) em Sergipe, ex-presidente da Funcaju e ex-secretário de Cultura da Prefeitura de São Cristóvão, onde reativou o Festival de Artes de São Cristóvão (Fasc) e criou a Fundação Cultural João Bebe Água. Ele exerce atualmente a função de secretário de Estado da Comunicação do Governo de Sergipe.

 

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados