CONHEÇA NOSSA LOJA!
Belivaldo prestigia posse do novo defensor público geral do Estado

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

Nomeado no último dia 29 pelo governador Marcelo Déda diante de uma lista tríplice, fruto de eleição realizada entre os próprios membros do órgão, o novo defensor público geral do Estado, Raimundo Veiga, foi empossado na tarde desta terça-feira, 10. A solenidade ocorreu no auditório do Centro de Convenções de Aracaju, diante de boa parte dos representantes da categoria em Sergipe, como é o caso do vice-governador do Estado, Belivaldo Chagas.

“Hoje é um dia de festa não apenas para o novo defensor geral, mas para todos nós enquanto defensores. Foram muitos anos de batalha para fazer com que acreditassem no papel da Defensoria Pública, que tem que estar sempre voltada aos interesses dos mais necessitados”, ressaltou Belivaldo, referindo-se ao recente ajuste da Defensoria Pública de Sergipe à Lei Federal 132/2009, o que garantiu autonomia administrativa e financeira ao órgão.

Segundo o vice-governador, a novidade deve ser celebrada, mas sobretudo encarada com responsabilidade. “Quando vemos hoje o primeiro defensor empossado entre os próprios defensores, é um motivo de festa, mas principalmente de muita responsabilidade. Não se trata agora de administrar apenas uma defensoria com independência financeira e administrativa, mas um órgão sério que precisa andar com as próprias pernas”, complementou.

Primeiro defensor a ser empossado após o ajuste da Defensoria sergipana à Lei Federal, Raimundo Veiga afirmou que a categoria deve ter sempre como foco os mais carentes. “Ocupar este cargo é uma honra, mas traz consigo uma carga pesada na defesa dos direitos dos excluídos. Diante da sacracidade da defesa, vamos buscar como nosso maior compromisso o cumprimento do novo papel legítimo da defensoria”, afirmou.

Também presente na solenidade, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) seccional Sergipe, Carlos Augusto Monteiro, observou que a Ordem sempre se mostrou favorável à autonomia dos defensores. “Essa autonomia vem em boa hora para os defensores tomarem em si o novo avanço que foi alcançado em favor também da sociedade, que é onde estão os maiores beneficiados pelos serviços prestados pelos defensores”, concluiu.

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados