CONHEÇA NOSSA LOJA!
“Auto do Menino Deus” termina hoje a temporada na praça de eventos do mercado

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]Com o objetivo de diversificar a programação natalina da cidade, a Funcaju – Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esportes – órgão da administração direta da Prefeitura de Aracaju, tem oferecido várias opções à população neste período, a exemplo do patrocínio de concertos da Orquestra Filarmônica de Sergipe, da construção de um presépio e da apresentação do Auto do Menino
Deus. A encenação da peça acontece na praça entre os mercados municipais de Aracaju.
Esse é o segundo ano consecutivo que a Funcaju patrocina o auto, que conta com a participação de mais de 60 profissionais, entre atores, dançarinos, contra-regras, produtores, músicos e técnicos de som, luz e efeitos pirotécnicos.
Todos têm um único objetivo: contar de uma forma especial, através da regionalização do povo nordestino, a história do nascimento de Jesus Cristo, o filho de Deus que veio ao mundo para salvar a humanidade.
Os espetáculos tiveram início no último dia 20 e prosseguem até hoje, dia 30. A encenação sempre tem início às 20 horas. Segundo o diretor da peça, Tonhão do Imbuaça, o Auto do Menino Deus tem por objetivo resgatar as heranças e tradições da cultura popular brasileira, através dos costumes, crenças e supertições.
“Para isso, mostraremos o cortejo com alusão à Folia dos Reis, a peregrinação de Maria, vila de ofícios onde estarão sendo dispostos artesãos que cantam cânticos de trabalhos solenes e reis magos em pernas de pau”, adianta.
De acordo com ele, além de contar com atores consagrados, como Isabel do Imbuaça, e a atriz Ana Paula, o espetáculo também é uma porta que se abre para os novos talentos sergipanos.
Esse ano, Tonhão do Imbuaça espera superar o sucesso da peça em 2001, quando cerca de duas mil pessoas estiveram diariamente nos mercados centrais para acompanhar a encenação do Auto do Menino Deus. “Uma das novidades será a integração entre público e atores”, explica.
O diretor musical do espetáculo é Joaquim Antônio, cantor e compositor sergipano que preparou a trilha sonora com cantigas da cultura popular brasileira, além de composições próprias. Participam ainda os músicos Dudu Montesando (violino e voz), Tom Toe (percussão), Lizete Feitosa (voz e percussão), Joésia Ramos (voz e violão), Jailson (Acordeon) e Tom Robson (voz e violão).[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados