CONHEÇA NOSSA LOJA!
Aracaju terá uma das primeiras audiotecas do Nordeste

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]Com o objetivo de despertar e incentivar o gosto pela literatura, formando assim novos leitores, o prefeito Edvaldo Nogueira fomentou a criação em Aracaju da primeira audioteca de Sergipe, inclusive uma das primeiras do Nordeste, que será instalada na Biblioteca Pública Clodomir Siva.

Gerenciado na PMA pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esporte (Funcaju), o projeto ´Audioteca, ouvir para ler´ foi aprovado em novembro deste ano no Programa BNB de Cultura. O projeto consiste em três etapas que incluem: divulgação, pesquisa junto aos usuários e aquisição de livros e aparelhos para audição. A previsão é que a audioteca seja lançada em março do ano que vem.

De acordo com a coordenadora da Seção de Ação e Extensão Cultural da Clodomir Silva, Carmen Lúcia Pereira, o projeto vai beneficiar diretamente os deficientes visuais do município, mas todos que tiverem interesse podem conhecer a audioteca. “Diariamente recebemos cerca de três deficientes visuais na nossa biblioteca. Depois da instalação da audioteca tenho certeza que esse número irá triplicar”, informa a coordenadora.

“Aracaju possui em torno de 200 deficientes visuais, mas na Biblioteca temos em torno de 150 cadastrados. Acreditamos que, com criação da audioteca, todos terão acesso e essa é a finalidade. Assim, todos terão direito à informação, acesso à cultura, inclusive os deficientes visuais que ainda não dominam o Braille”, acrescenta.

O projeto concorreu na categoria literatura, incentivo à leitura e criação de acervo bibliográfico. Ainda segundo Carmen Lúcia, com a criação da audioteca, a vida dos deficientes visuais será facilitada no que se refere ao acesso à educação e cultura. “Queremos valorizar os deficientes e que eles busquem a conscientização de seus direitos”, comenta Carmen.[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text]

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados