CONHEÇA NOSSA LOJA!
Secretaria da Saúde integra caravana do ‘Sergipe de Todos’ em Carira

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

Divulgar os serviços de saúde disponíveis à população é uma das metas da Secretaria de Estado da Saúde (SES), que nesta sexta-feira, 26, montou um estande no programa ‘Sergipe de Todos’, realizado em Carira. A SES levou informações sobre doenças sexualmente transmissíveis e Aids, saúde mental, higiene bucal e sobre o serviço prestado pela Ouvidoria em Saúde e pelo programa Bem Mulher, que acontece no município no dia 20 de março.
 
Para Guadalupe Ferreira, da Diretoria de Atenção Básica da SES, o trabalho desenvolvido no ‘Sergipe de Todos’ é considerado de grande relevância. “Trata-se de algo importante porque permite que as pessoas do interior saibam o que o Governo do Estado dispõe. Aqui, a população tem um leque de conhecimento de forma humanizada e nós, profissionais de saúde, conseguimos identificar suas necessidades. É uma espécie de diagnóstico para que possamos otimizar a política de saúde”, explicou.
 
A gestora da SES informou que, em parceria com o IpesSaúde, também foi disponibilizado no evento um médico de retaguarda, para fazer o primeiro atendimento caso alguém estivesse com a pressão e a glicemia fora dos níveis normais. “Hoje cedo uma senhora passou mal próximo ao estande do Corpo de Bombeiros. O médico a socorreu e a encaminhou à unidade de saúde do município. Ela já foi medicada e passa bem”, exemplificou.
 
A população também teve acesso ao “escovódromo”, onde recebeu orientações sobre escovação de dentes e aplicação de flúor. Quem participou da ação levou para casa um kit de saúde bucal (escova e creme dental) distribuído pelo Ministério da Saúde. “Quando detectamos algum problema, anotamos e entramos em contato com a Secretaria de Saúde do município para que haja a solução, ou então encaminhamos ao órgão competente”, informou Guadalupe Ferreira.
 
Ela acrescentou que duas pessoas com lesão de boca foram encaminhadas ao Hospital Universitário (HU) para que seja realizado o diagnóstico oral. “Como aqui é uma região onde existe muito trabalhador rural e que tem contato direto com o sol, ficamos mais atentos”, esclareceu.
 
Saúde mental
 
A Diretoria de Atenção Psicossocial da SES trabalhou o tema ‘redução de danos’, montando a ‘Barraca do Barato’, através da qual apresentou produtos simulando algumas drogas mais conhecidas. “Trabalhamos com o imaginário. Estes produtos chamam a atenção porque as pessoas querem saber se é a droga mesmo”, informou Isadora Carvalho, da Atenção Psicossocial da SES.
 
Segundo ela, a partir dessa curiosidade a equipe aproveitou para dar orientações sobre os riscos à saúde daqueles que usam substâncias psicoativas. “Utilizamos também a técnica do ‘homem-sanduíche’ [uma pessoa vestida num cartaz] para atrair o público da praça até a barraca da Saúde Mental”, acrescentou Isadora Carvalho.
 
Uma dessas pessoas foi a agricultora Josenilde Ciriaco, moradora do povoado Santo Antônio. Ela se dirigiu ao evento com toda a família e, além de conhecer melhor o assunto saúde, aproveitou para tirar a carteira de identidade do irmão, verificar a pressão arterial de seus pais e sua própria glicemia. “Também conhecemos os vários tipos de camisinhas e como devemos escovar os dentes corretamente”, concluiu.

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados