CONHEÇA NOSSA LOJA!

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

O secretário de Estado da Administração, Jorge Alberto, assinou na manhã desta terça-feira, 22, contrato com a empresa Link Data para aquisição de um sistema informatizado de gestão integrada do patrimônio do Estado. Os trabalhos serão iniciados na segunda-feira, 28, quando o governador em exercício, Belivaldo Chagas, assina a ordem de serviço para começar os trabalhos. O contrato tem duração de um ano e está avaliado em R$ 2,5 milhões.

O sistema vai permitir que o Estado conheça todo o seu patrimônio (móvel e imóvel) inclusive aqueles que se encontram em municípios mais distantes. Com isso, irá assegurar um controle efetivo, em tempo real de todo os bens. Vai gerar, também, informações contábeis para a Secretaria de Estado da Fazenda. “O Estado de Sergipe, mais uma vez, está saindo na frente. Somos, a partir de agora, a única Unidade Federativa que terá total controle de todo o seu patrimônio imobiliário, inclusive dos imóveis alugados, onde quer que se encontrem. É uma grande revolução que está sendo implantada neste Governo da Mudança”, falou o secretário Jorge Alberto.

A representante da Link Data, Susanna Dourado, explicou que o novo sistema vai permitir um melhor gerenciamento  do patrimônio. “Além de o Estado saber quais prédios possui, vai conhecer também o que há dentro desses imóveis”, disse ao acrescentar que tudo será inserido numa base de dados. A Secretaria de Estado da Administração (Sead) será o órgão centralizador que terá acesso a todo o sistema.

Os recursos para a aquisição do sistema de gestão do patrimônio são oriundos do Banco Internacional de Desenvolvimento (BID), previstos no Programa Nacional de Apoio à Modernização da Gestão e do Planejamento dos Estados (Pnage) orçados em R$ 1,4 milhões com contrapartida do Estado de mais de R$ 465 mil e mais R$ 550 mil do Pnage. O valor total do contrato é de R$ 2.480.000,00.

A Link Data Informática e Serviços terá um prazo de 360 dias para fazer o levantamento físico dos 848 imóveis e 180 dias para levantar todos os 30 mil itens da relação de bens móveis pertencentes ao Estado. Nesse mesmo período, a empresa terá que fazer a migração dos itens e imóveis para o sistema gerando o banco de dados.

Estiveram presentes à assinatura do contrato o superintendente de compras centralizadas da Sead, Márcio Zylberman, o diretor de patrimônio da Sead, Hércules Cruz, a coordenadora geral do Pnage/SE, Zélia Apóstolo, e a coordenadora técnica do Pnage/SE, Vilma Figueiredo.

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados