CONHEÇA NOSSA LOJA!

[vc_row][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

 

Durante toda a semana, a Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), em conjunto com o Pelotão Ambiental da Polícia Militar e o Departamento Nacional de Proteção Mineral (DNPM), estará intensificando fiscalização nas jazidas de areia e argila em todo o Estado de Sergipe.

A operação tem o objetivo de regularizar esse tipo de empreendimento de acordo com a legislação ambiental, bem como realizar o monitoramento dos condicionantes daqueles já licenciados pelo órgão.

De acordo com o diretor-presidente da Adema, Genival Nunes, esse tipo de empreendimento é agressivo para o meio ambiente, uma vez que remove o solo descaracterizando a vegetação bem como qualquer outra forma natural existente. Porém, ele salienta a importância do mineral para a construção civil, pela dependência do material nas obras. "Considero a operação de fiscalização nas jazidas uma ação primordial no combate à degradação do meio ambiente", ressalta o presidente.

Genival destaca ainda que a licença desse tipo de empreendimento requer um acompanhamento muito criterioso e que todos os condicionantes devem ser monitorados constantemente, verificando se o serviço obedece às recomendações dos órgãos competentes.

O presidente explica também que a legislação exige para esse tipo de empreendimento um Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD), ao final da extração do bem mineral. A verificação do polígono da área de extração e a contenção das encostas, também são condicionantes a serem verificadas durante a fiscalização.

 

 

[/vc_column_text][/vc_column] [vc_column width=”1/3″][vc_column_text] [/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários desabilitados